português
inglês
francês
suaíli
introdução
visão
notícia
índice
sujeitos potenciais
bibliografia
subsídios
escritórios
escreva-nos


Ferreira, Francisco Xavier
1909 a 1984
Igreja do Nazareno
Cabo Verde

O Rev. Francisco Xavier Ferreira foi um pioneiro. Nascido em São Vicente se converteu em Brava, em 1934, através do ministério de João Dias. Ele relata como as pedras assobiavam sobre as suas cabeças quando os missionários Rev. Everette Howard e a Sra. Garnet Howard chegaram em 1936. [1] Ele trabalhava para a administração do governo, mas saiu em 1931. Ele se converteu em 1934 e foi inteiramente santificado em 1932, e foi chamado a pregar. A sua esposa foi Isaura de Azevedo e tiveram dois filhos e uma filha. Ele foi pastor em cinco das ilhas. [2]

Quando os obreiros missionários por primeira vez tentaram entrar em Maio, em 1940, o chamado "rei" da ilha, o Sr. António Évora, lhes escreveu uma nota dizendo: "- Se vocês tentarem desembarcar, eu mandarei que os joguem no oceano." Ele era um gigante de dois metros e vinte e um de altura e provavelmente a pessoa com melhor saúde na ilha. Os obreiros partiram, mas "o rei" mais tarde foi até eles e encontrou o Senhor. Em 1949, Ferreira relatava desde Brava: "- A igreja católica com a cooperação de alguns oficiais do governo tem perseguido a nossa igreja e a nossa escola dominical. Alguns desses oficiais do governo ameaçaram as nossas crianças com punição corporal e reprovação nos exames se eles fossem à escola dominical.

Ferreira ajudou no começo da igreja em Achada, São Tiago. Eles eram freqüentemente eram apedrejados ao subir os morros para visitar as vilas. Apesar de fugirem, muitas vezes eram atingidos. Sendo que nenhuma casa os recebia, eles tinham uns cultos na rua com as costas contra a parede da casa do Sr. Francisco da Veiga. Num domingo, próximo do fim de 1938, ele veio ao culto. No domingo seguinte eles estavam cansados de fugir dos apedrejamentos e entraram na casa sem ser convidados. A filha dele lhes ofereceu água, como é de costume no lugar.

Aquele dia, Francisco da Veiga, ajoelhou-se no piso da sua sala e encontrou a Jesus como o seu Salvador. O Senhor Chico, como era conhecido, era um trabalhador muito dinâmico, e incrivelmente rápido. Ele era um ótimo mestre-carpinteiro, fabricante de móveis e construtor. Em 1952, foi condecorado pelo admirador, Américo Tomaz, presidente da República Portuguesa. Quando da Veiga faleceu, a sua viúva e os filhos continuaram a ajudar na igreja de Achada. [3]

Uma vez em 1946, Francisco Ferreira e Everette Howard foram pegos numa terrível tormenta no extremo sul de Fogo num pequeno veleiro furado de aproximadamente vinte e seis metros. Para evitar ser lançado fora da embarcação, o missionário foi amarrado no mastro, Ferreira amarrado na bomba, e o capitão no leme. Sem coletes ou botas-salva vidas, aquilo foi uma experiência aterrorizante. Estavam com tanto medo que nem sentiram enjôo, mas oraram. De repente, tudo ficou calmo e voltaram para o porto em Praia. [4]

O Missionário Paul Stroud escreveu sobre ele dizendo que era carinhosamente chamado de Senhor Chiquinho (Frankie). Ele não era somente pastor, mas também advogado e assessor de todos os que lhe procuravam de dia ou de noite. Everette Howard relata que a sua cabeça era como uma calculadora. Seu amor e a sua preocupação pelo seu povo irradiaram através de todo o seu ministério. Ele foi o melhor exemplo de um pastor servo. Silenciosamente, ele carregava uma grande carga. No nascimento do seu terceiro filho, a sua esposa teve transtornos mentais. Sem reclamar, ele cuidou por muitos anos a sua esposa doente e seus três filhos. [5]

O Rev. Francisco Xavier Ferreira foi indicado como o primeiro superintendente do Distrito de cabo Verde, pelo superintendente geral Edward Lawlor em 1975. O seu filho Gamaliel casou-se com a filha de Ilídio Silva, chamada Lotty. [6] Em 1979 ele se aposentou e mudou-se para os EUA. Morreu em Rhode Island, após uma luta contra o câncer.

No dia 13 de Agosto de 1994 foi inaugurada a Igreja do Nazareno Francisco Xavier Ferreira, em sua memória, em Tarrafal, São Tiago. A igreja foi construída num período de muitos meses através do esforço de várias equipes do programa: "Trabalho e Testemunho" dos EEUU, do coordenador do programa para a áfrica Oriental, do Rev. Paul Stroud, e do pastor da igreja Rev. Adérito Ferreira. A igreja sediou as assembléias do distrito e as convenções. .

Paul S. Dayhoff


Notas:

1. Francisco Xavier Ferreira, "Uma Carta Aberta," Outra Ovelhas, (Kansas City, MO: Casa Publicadora Nazarena, Janeiro 1952), 8-9.
2. Donald Reed, J. Elton Wood, e Jeanine Van Beek, Sobre esta Rocha: Missões Nazarenas no Oriente Médio, cabo verde e Europa, (Kansas City, MO: Casa Publicadora Nazarena, 1972), 69.
3. Francisco X. Ferreira, "Relatório," Missão Mundial, (Kansas City, MO: Casa Publicadora Nazarena, Março 1982), 9.
4. Everette Howard e Jorge de Barros, A Semente e o Vento, (Kansas City, MO: Casa Publicadora Nazarena, 1982), 19ff; Earl Mosteller, carta (21 Abril 1995); "Xavier Ferreira Memorial Church Dedication," in Trans Africana, (Florida, Transvaal, África do Sul: Publicações Nazarenas da África, Novembro-Dezembro 1994), 12.
5. Paul Stroud, carta (6 Maio 1992).
6. Howard e de Barros, 29-31.


Este artigo foi reproduzido com a permissão de Living Stones In Africa: Pioneers of the Church of the Nazarene, edição revisada, copyright © 1999 por Paul S. Dayhoff. Todos os direitos são reservados.



Franciso Ferreira