português
inglês
francês
suaíli
introdução
visão
notícia
índice
sujeitos potenciais
bibliografia
subsídios
escritórios
escreva-nos


Faraghit, Charles
n. 1870 f. 1931
Igreja Católica
República Democrática do Congo

Charles Faraghit nasceu em Mali e era membro da tribo Bambara. Ainda criança foi capturado por caçadores de escravos e levado através do deserto do Saara. Na Argélia ele foi resgatado da escravidão pela Sociedade de Missionários da África. Depois de estudar e ser batizado, ainda adolescente foi enviado para Malta onde o Cardeal Lavigerie tinha fundado um instituto para treinar africanos como doutores/catequistas. Ao terminar o seu treinamento viajou para o Lago Tanganyika (Leste da África, na fronteira da África Alemã do Leste com o Estado Livre do Congo) numa caravana liderada pelo recém empossado Vigário Apostólico de Tanganyika, Leon Bridoux, na companhia dos colegas graduados de Malta, Adrian Atiman e Joseph Gatchi. Bridoux faleceu um ano após assumir o bispado, então o vicariato foi dividido em 1892, Adolphe Lechaptois passou a ser o vigário apostólico em Tanganyika em 1890 e Victor Roelens o vigário apostólico do Alto Congo.

Atiman permaneceu na margem leste do lago, no entanto Faraghit e Gatchi atravessaram o lago para o Alto Congo onde se tornaram professores de religião no centro de treinamento para catequese de Mpala. Mais tarde Faraghit tornou-se doutor/catequista residente na sede de St. Michael Kipongwe. Em meio da confusão no Alto Congo causada pela ação dos caçadores de escravos afro-árabes, as autoridades católicas exerciam o poder civil nas suas sedes. Conseqüentemente, Faraghit passou a ser o Chefe de Kipongwe.

Em 1917, o primeiro padre católico do Congo, Stephen Kaoze foi ordenado pelo bispo Roelens. Faraghit casou-se no Congo, e seu filho Joseph Faraghit foi o segundo padre africano ordenado no dia 1º de novembro de 1921. A esta altura Charles Faraghit entrou para o serviço médico do governo em Mpweto e pouco tempo depois se estabeleceu no vicariato de Tanganyica (África Alemã do Leste, atual Tanzânia). Nos seus últimos anos de vida retornou ao Congo e faleceu em Baudouinville (Kasongo) no dia 24 de abril de 1931.

Aylward Shorter M.Afr.


Bibliografia:

Roger Heremans, L'Education dans les missions des Pères Blancs 1897-1914 (Brussels: Edições Nauwelaerts, 1983).
Victor Roelens, (ed. N. Antoine) Notre Vieux Congo 1891-1917 - Souvenirs du premier évêque du Congo Belge, 2 vols. (Namur, Grands Lacs, 1948).
John B. Kabeya, Daktari Adriano Atiman (Tabora: TMP Book Department/Arusha, publicações do Leste da África, 1978).

Este artigo foi apresentado em 2003, pesquisado e escrito pelo Dr. Aylward Shorter M.Afr., Reitor Emérito do Tangaza College Nairobi, Universidade Católica do Leste da África.