português
inglês
francês
suaíli
introdução
visão
notícia
índice
sujeitos potenciais
bibliografia
subsídios
escritórios
escreva-nos


Oscar Andersen
1931 a 1996
Igreja do Nazareno
África do Sul

 


O Oscar H. Andersen nasceu na vila de Wynberg, perto da Cidade do Cabo. Como rapaz de dez anos, assistindo a escola dominical de uma Igreja Metodista, entregou o seu coração ao Senhor Jesus. Ele não completou os estudos da escola secundária mas trabalhou como mensageiro na sede dos correios da Cidade de Cabo. Mais tarde serviu como empregado no escritório de uma agência marítima. Quando teve dezasseis anos, a mãe dele faleceu e foi obrigado tomar conta da família.

Em 1949, ele conheceu a Cristo verdadeiramente durante as reuniões de um acampamento interdenominacional. Ele disse, "Houve uma mudança maravilhosa na minha vida que foi vista por minha família e por meus amigos.” Um mês mais tarde, o Oscar experimentou a inteira santificação pelo ministério da Banda Evangelística de África. Ele estudou na Escola Bíblica da Banda Evangelística de África e serviu por cinco anos como pregador itinerante. Em 1962, ele sentiu-se chamado para o ministério pastoral.

Em 1962, ele foi convidado à Igreja do Nazareno por uma jovem. Como resultado, o Oscar ficou membro da Igreja do Nazareno de Rustenburg. Enquanto ele estudava na escola bíblica, ele casou-se com aquela jovem, a Sra.Marie Fourie. Eles começaram um trabalho na zona de Plumstead, Cidade de Cabo. Ganhando pessoas para Jesus naquela zona foi difícil porque a Igreja do Nazareno não foi conhecido naquela área.

Num dia andando na rua, o Oscar encontrou um amigo e deu-lhe a seu cartão-de-visita. Este amigo foi desapontado com a sua igreja e estava a procurar uma igreja diferente. Como resultado deste contacto, nove pessoas ficaram membros desta igreja em Plumstead, mais tarde chamada Igreja do Nazareno da Cidade de Cabo.

A Sra. Meryl Pattrick e a irmã do Oscar, a Joan, ficaram membros da igreja e uns anos mais tarde, ficaram missionárias da Igreja do Nazareno. O Oscar foi ordenado presbítero na igreja e serviu como pastor nas igrejas de Malvern East (Joanesburgo), Windhoek (Namíbia) e Kimberley (Cabo do Norte). Ele ajudou como pioneiro da Igreja do Nazareno em Namíbia e ajudou especificamente com a fundação da congregação situada na cidade de Walvis Bay.[1]

Na década de 1960, serviram como pastores na vila de Carletonville, ao oeste de Joanesburgo. Durante este tempo houve desastres com a terra desmoronando com a formação de depressões. Umas casas desapareceram-se nas grandes covas e uma família morreu assim. Muitas casas foram abandonadas e demolidas devido desta situação. A rua onde ficava a igreja e a casa pastoral foi tocada por esta situação. Toda a vila sofreu de ansiedade, e isso foi compartilhado pelo pastor e a família dele.

Os Andersens oravam muito e Deus deu-lhes a promessa do Isaías 32:18-19, "E o meu povo habitará em morada de paz, e em moradas bem seguras, e em lugares quietos de descanso, ainda que caia saraiva, e caia o bosque, e a cidade seja inteiramente abatida." Enquanto a vila vizinha de Bank foi completamente abandonada, os Andersens ficaram no lugar do serviço e a igreja e a casa pastoral ficaram seguros e firmes.[2]

Depois de sofrer com mal saúde em 1989, o Oscar Andersen foi forçado terminar o seu serviço como pastor. Ele recuperou-se suficiente e em 1995 voltou a servir como pastor. Foram colocados na Igreja do Nazareno de Duncanville, perto da cidade de Vereeniging na Província de Gauteng. Um ano mais tarde, em 1996, o Oscar faleceu. Depois disso, a Marie transferiu-se para a Província de Natal onde ela achou emprego e oportunidades para servir o Senhor. Ela escreveu, "A vida e influência do Oscar foram uma bênção à minha vida spiritual. Tenho só um desejo e isso é andar perto do meu Mestre, para que eu posso estar de novo com ele num dia."[3]

A irmã do Oscar, a Sra. Joan Elizabeth Andersen, ficou uma missionaria infirmeira com a Igreja do Nazareno. Ela serviu muitos anos na Suazilândia e depois, na clínica na zona de Thabeng na Província Norte até a sua reforma.


Paul S. Dayhoff

Notas

1. Oscar Andersen, "God Grows a Pastor," World Mission, (Kansas City, MO: Nazarene Publishing House, December 1982), 15. Oscar Andersen, cartas, 5 de maio de 1992 e 21 de agosto de 1995.
2. J. MacLachlan, 1974, The First 25 years: A Brief History of the South African District of the Church of the Nazarene. (Florida, Transvaal, South Africa: Nazarene Publishing House, 1974), 22.
3. Marie Andersen, carta, 20 de abril de1997.


Este artigo é reproduzido, com permissão, do Living Stones In Africa: Pioneers of the Church of the Nazarene, edição revisada, direitos autorais © 1999, por Paul S. Dayhoff. Todos os direitos reservados.



Oscar Andersen