português
inglês
francês
suaíli
introdução
visão
notícia
índice
sujeitos potenciais
bibliografia
subsídios
escritórios
escreva-nos


Botha, Christopher
1916 a 1986
Igreja do Nazareno
África do Sul



O Christopher Daniel Botha e a Etha casaram-se em 1938 e tiveram sete filhos. O Chris teve que desistir dos seus estudos na faculdade médica na Universidade da Cidade do Cabo durante o seu quarto ano devido às circunstâncias for a do seu controle. No meio do desapontamento, ele achou Jesus Cristo como Salvador num culto de Páscoa em 1945. Mais tarde no mesmo ano, a Etha converteu-se. As vidas deles foram transformadas. O Chris sentiu-se chamado ao serviço cristão e inscreveu-se no Instituto Bíblico Andrew Murray na cidade de Bloemfontein. A Etha também fez estudos no instituto bíblico. Ao completar os seus estudos, o Chris trabalhava por pouco tempo no serviço do governo.

O Chris Botha achou uma literatura da Igreja do Nazareno, incluindo cópias da revista Arauto de Santidade. A reação dele foi, “Esta é a minha igreja. Eles pregam a santidade que eu já experimentei.” Eles moravam na vila de Parys, Estado Livre de Laranja, e durante uma missão evangelística realizada na vila em 1949, o Chris entrou em contacto com a igreja e juntou-se com ela. Ele foi concedido uma licença ministerial e em 1952 foi ordenado presbítero por superintendente geral, o Dr. Hardy Powers.

Em 1950, os Bothas foram nomeados para estabelecer uma nova igreja na cidade de Vanderbijlpark, um centro industrial onde foi produzido o aço. Chegaram na cidade no mês de março e não conheciam ninguém na cidade exceto um ex-pastor que tinha deixado o ministério. Imediatamente começaram a trabalhar. Deram notícias por volta da cidade e iniciaram cultos na casa deles. Por um mês ninguém veio aos cultos e o Chris pregou somente para sua esposa e os seus filhos.

Num domingo de manhã, alguém bateu na porta pedindo se fosse a Igreja do Nazareno. O Pastor Botha respondeu afirmativamente, mas o homem disse na língua afrikaans, "Nee, hier is dan niemand" (Não, mas não há ninguém aqui!). O pastor persuadiu o Sr. Blackie Swart entrar e naquela manhã, o Sr. Swart aceitou o Cristo como Senhor e Salvador. O Rev. Botha sempre dizia que isto foi a única vez que a congregação inteira se arrependeu. Sr. Blackie e Sra. Marie Swart foram os primeiros convertidos a serem batizados nesta igreja.

Em pouco tempo outras pessoas vieram e a casa ficou pequena demais para a congregação. Saíram da casa e entraram na garagem e mais tarde levantaram uma tenda no quintal. No dia 9 de abril de 1950, a igreja foi oficialmente organizada. O Chris e a Etha trabalharam sacrificialmente e o Senhor abençoou o ministério deles. Eles testemunharam muitas pessoas convertidas numa maneira notável.

A Sra. Anna Lombaard viu a notícia sobre a igreja e assistiu ao culto com um grupo de crianças. Isso foi o começo da primeira escola dominical. A Sofia Drinkwater lembra-se que, como criança de só 8 anos de idade, o Rev. Botha chegou na casa dela para a convidar à escola dominical.

A Ria van Staden lembra-se como ele andava no caminho para a sua igreja num domingo de manhã e passava por 7 Rua Huxley. Ela ouviu como as pessoas cantavam com alegria naquela garagem. Ela entrou para ver o que acontecia e assim ela tornou-se uma nazarena com só sete anos de idade. A sua irmã, Jacoba, com doze anos de idade, começou a assistir aos cultos um pouco mais tarde. Ela ficou a primeira secretária para os jovens. O irmão delas, o Koos van Staden, ficou o primeiro membro desta nova igreja.

Uma senhora Holandesa tocava a órgão que foi bombeada manualmente. Ela não conseguiu ler as notas da música e por isso, ela veio aos sábados para ensaiar. A Sra. Etha Botha cantava os hinos, para que a senhora pudesse seguir a música simplesmente por ouvir.

No dia 20 de agosto, o Sr. Louis e a Sra. Malie Kriel juntaram-se com a igreja. Mais tarde, ele ficou o segundo pastor desta congregação.

Realizaram uma campanha evangelística na tenda por um mês inteiro. Durante o mês, a assistência maior foi só quinze pessoas, e ninguém se converteu. Entretanto, uma família que estava a passear parou e perguntaram se a igreja orava para os doentes. Responderam “sim,” e mais tarde esta família juntou-se com a igreja.

A congregação continuou a crescer pouco e pouco, e Deus a abençoou. Uma oferta foi levantada nos E.U.A. para ajudar na construção de um edifício. Durante a construção, o Sr. Fanie Smith caiu pelo telhado. As obras foram completas e a nova igreja foi dedicada em outubro de 1950. Dois anos mais tarde, o Sr. Famie e a sua esposa, a Lilie, ficaram membros da igreja em 1952. Foi durante este período que a filha da família Botha, a Evangeline, faleceu.

Os Bothas trabalharam muito visitando casa a casa. Passaram doze anos no ministério na vila de Vanderbijlpark. Esta igreja cresceu mais rapidamente que todas as outras igrejas no distrito e por 1980, foi a congregação maior na denominação entre o povo Afrikaans em toda a África do Sul. Além de servir como pastor na Vanderbijlpark, o Rev. Botha também serviu por um tempo breve na igreja de Ventersdorp, e em 1969 foi chamado servir como pastor da Igreja do Nazareno na cidade de Pretória.

O Botha também serviu como membro do corpo docente na Escola Bíblica Nazarena em Potchefstroom do tempo da sua fundação em 1954. Também, ele serviu num lugar importante na organização distrital da Igreja do Nazareno e fez trabalho de alto valor na área da tradução da literatura para a escola bíblica e também para a igreja.

O Chris Botha orava muito e seguiu a vida de santidade na sua vida diária, mesmo que isso lhe fez impopular. Ele trabalhava muito e descansava pouco, mesmo não tomando tempo para dormir. Os Bothas tomaram a reforma em 1986 e estabeleceram a sua residência na vila de Parys. Foi aqui que o Rev. Botha faleceu no mesmo ano.[1]

A Sra. Etha Botha contou a história do tempo quando eles experimentaram uma grande falta de fundos e ela não teve nada para contribuir na oferta missionária de Páscoa. Poucos dias antes de Páscoa, ela recebeu uma carta de uma amiga. A amiga disse que Deus lhe impressionou oferecer dez libras para a Sra. Botha para ela usar na maneira que ela achasse melhor. Então, a Etha Botha colocou o dinheiro na oferta de Páscoa.

Foi um tempo muito doloroso e triste quando a filha dos Bothas faleceu. Também, pela Sra. Botha foi um tempo de luta espiritual. Num dia andando na comunidade, ela passou uma criança que sofreu uma anormalidade mental. A cara da criança pareceu sem expressão. Ao passar, a Sra. Etha ouviu a voz de Deus dizer, “Gostava que Evangline fosse assim?” Naquele momento, a Sra. Etha aceitou a sua perda e agradeceu a misericórdia do Senhor. [2]

A filha dos Bothas, Elsabie, casou-se com um pastor, o Rev. Jerry Jennings. Ele serviu como superintendente distrital de 1982 até 1994 quando todos os distritos na Província de Gauteng se juntaram num só distrito.

Paul S. Dayhoff

Notas

1. J. S. Bothma, tese académica, Vanderbijlpark Satellite College Center, 1991.

2. Mrs. Etha Botha, carta, Julho de 1998, e brochura memorial, "Kerk van der Nazarener Vangerbijlpark, 1950-1980."


Este artigo é reproduzido, com permissão, do livro Living Stones In Africa: Pioneers of the Church of the Nazarene, edição revisada, direitos autorais © 1999, por Paul S. Dayhoff. Todos direitos reservados.



botha-Christopher