O que é DIBICA?

O DIBICA é um empreendimento internacional com o objetivo de produzir uma base de dados eletrônica que contenha os fatos biográficos essenciais dos líderes cristãos africanos, dos evangelistas e dos trabalhadores leigos, principalmente responsáveis ​​por lançar as bases, moldar o caráter e promover o crescimento das comunidades cristãs em toda a África. Uma equipe internacional de estudiosos africanos está facilitando o projeto. Os contribuintes são provenientes de comunidades acadêmicas, igrejas e missionárias na África e em outros lugares. O trabalho começou em 1995 e deverá continuar até 2020. O Centro de Cristianismo Global e Missão da Universidade de Boston University of Theology fornece apoio técnico e administrativo sob a direção do Dr. Jonathan Bonk.

Embora o crescimento e o caráter do cristianismo na África seja sem precedentes históricos, a informação sobre as principais figuras e líderes locais criativos e inovadores deste crescimento - de evangelistas locais e pastores a líderes cristãos conhecidos a nível nacional - não aparece em obras padrão de referência histórica e biográfica No continente.

O Dicionário abrange todo o campo do cristianismo africano desde os primeiros tempos até o presente e em todo o continente. Geralmente interconfessional, historicamente descritivo, e explorando toda a gama de registros orais e escritos, o idioma principal do Dicionário é o inglês, com um número crescente de inscrições nas outras principais lingua franca das universidades africanas: francês, português e swahili.

O dicionário estimula a coleta e entrada de dados locais. Como uma base de dados eletrônica não proprietária, constitui uma maneira exclusivamente dinâmica de manter, alterar, expandir, acessar e divulgar informações vitais para a compreensão do cristianismo africano. Sendo não-proprietário, é possível que o material dentro dele seja livremente reproduzido localmente em forma impressa. Sendo eletrônico, o material é simultaneamente acessível aos leitores em todo o mundo.

Dr. Jonathan Bonk, diretor 2 de setembro de 2013